Sharing is caring!

Há poucos momentos tão emocionantes na vida de uma mulher como o momento em que fica noiva! A alegria e a expectativa invadem a vida dos recém-noivos e tudo parece ganhar uma nova harmonia.

O início da construção de uma vida a dois é sem dúvida uma altura marcante, mas é também uma altura em que tudo parece estar a acontecer em simultâneo, sendo difícil manter o foco e perceber o que é verdadeiramente essencial.

Um desses momentos é o momento em que os noivos começam a planear a lista de casamento: ‘onde fazer a lista de casamento?’ ‘Como saber o que não pode mesmo faltar?’ ‘Como encontrar o equilíbrio entre as peças de que precisamos e as peças de que gostamos?’

É numa tentativa de tornar este momento mais simples e leve para os noivos deixamos 7 dicas que os vos vão ajudar a aproveitar este momento mágico ao máximo!

1. Quais as necessidades dos noivos?

Antes de tudo o mais, é fundamental os noivos responderem à pergunta: ‘De que é que precisamos?’, porque é essa resposta que vai servir de guia para todos os passos seguintes.

Se os noivos ainda vivem em casa dos pais provavelmente vão precisar de montar uma casa de raiz. Nesse caso, a melhor opção será –  por divisões – ir fazendo uma lista das peças essenciais para que possam iniciar uma vida a dois com o mínimo de conforto. O que resto, vão construindo (e é uma delícia).

Se os noivos já têm casa própria, ou cada um a sua, devem começar por fazer um inventário daquilo que têm e querem manter, e daquilo de que querem desfazer-se. Só depois desse trabalho feito é que devem pensar naquilo que necessitam para esta nova fase das suas vidas!

2. Que tipo de lista de casamento é a mais indicada?

Hoje em dia, as opções são infindáveis! Desde listas online organizadas por sites, a listas com produtos virtuais organizadas por noivos, ou as tradicionais listas em lojas de decoração,…

O importante na hora de escolher é ter em conta que opção responde melhor às necessidades já identificadas no ponto 1.

Pode também ser importante escolher um tipo de lista que lhe permita alguma flexibilidade, porque muitas vezes aquilo que idealizamos pode não ser aquilo que de facto precisamos e por isso pode ser útil optar por uma lista que permita aos noivos ir fazendo alterações.

3. Que peças são mais apropriadas?

Os presentes serão oferecidos tendencialmente por família, amigos, ou amigos da família o que abrange um espectro muito alargado de pessoas. Assim, o mais adequado será fazer um mix entre peças de valor mais elevado e outras de menor valor para que todos os convidados se possa sentir confortáveis na hora de oferecer o presente de casamento.

Mais do que apostar em peças muito específicas o importante é que sejam peças que contribuam para a construção da casa onde os dois vão viver, porque não há gosto maior do que sentir que se ajudou a construir uma família.

 

4. Com que antecedência deverá a lista de casamento ser disponibilizada?

A lista de casamento deverá estar pronta no momento em que se enviam os convites de casamento para que tudo se possa desenrolar com tempo. É preciso contar com o tempo para entrega das peças (que nem sempre é tão rápido como gostaríamos) e com os atrasos naturais dos convidados.

5. Design ou conforto?

Os dois! É importante que assegurem que recebem as peças necessárias para poderem viver confortavelmente nos primeiros tempos da vossa família. No entanto, todas as casa precisam de um toque #homydecor.

Precisam de peças especiais, únicas e singulares como será a vida da família que acaba de se formar. E em Portugal não faltam marcas que assegurem esse toque distintivo! Há um mundo de talento por descobrir e que começa a ser desvendado nas nossas Marcas com ‘h’.

O mais importante é que desfrutem deste momento e que o vivam sem grandes sobressaltos para entrarem com o pé direito na nova casa e na nova vida!

 

imagens wingwest.com