Sharing is caring!

Minimalismo.

Na sociedade actual, é muito difícil ou até “contra natura” resistir ao apelo ao consumo, inclusive no que à decoração das nossas casas diz respeito.

A decoração de estilo minimalista é já conhecida de todos e tem muitos adeptos pela elegância e leveza dos ambientes que cria.

Mas, mais recentemente e na sociedade ocidental, o minimalismo tem assumido outros contornos, tornando-se para muitos uma verdadeira filosofia de vida. Pode ver a apresentação de uma das principais referências nesta área: os The Minimalists.

Segundo esta corrente, viver rodeado de menos bens materiais possibilita-nos canalizar as nossas energias para as coisas que realmente importam e aproveitá-las melhor. Não se trata de ter menos em número, mas de ter apenas as coisas que nos trazem realmente felicidade, que trazem valor acrescentado às nossas vidas.

As nossas casas são o espelho das nossas vidas e por isso esta filosofia de vida pode ser facilmente transportada para o design de interiores, e extravasa claramente o estilo minimalista, de linhas rectas e cores claras.

Muitas das peças de decoração que temos em casa não têm nenhum significado pessoal. Foram compradas porque simplesmente “ficavam bem” ou até porque simplesmente estavam em saldos ou com um bom preço. Segundo esta filosofia, estas peças estão a tirar o protagonismo às peças que realmente reflectem a personalidade e a história dos que lá habitam.

As peças de decoração especiais arrancam-lhe um sorriso todos os dias que entrar em casa. Dê-lhes o destaque elas merecem!

“There are two ways to be rich: One is by acquiring much, and the other is by desiring little.” —Jackie French Koller