Já passou quase um mês e meio desde que demos as primeiras notícias sobre ‘a nova casa da homy’! Agora, já instalados e com a calma a voltar lentamente à nossa casa, venho trazer-vos um dos maiores desafios com que me tenho deparado – uma casa sem arrecadação.

A boa notícia é: passei o último mês a ‘destralhar’!

Depois do erro monumental de nos termos mudado sem fazer uma selecção do que era para ficar, para o lixo, para dar ou para vender [e que nos fez doer o coração de cada vez que abríamos uma das nossas 1000 caixas de pandora], decidi correr atrás do tempo perdido, adoptar um estilo minimalista e abraçar a arte de “viver com menos para ter mais”.  

Ainda assim, há coisas das quais não conseguimos fugir! O que fazer às decorações de Natal? O que fazer às malas de viagem?  O que fazer às tralhas da praia ou àquelas decorações de exterior que não aguentam o frio, a chuva e o vento do inverno?

Tivemos de ser criativos! Perder uma divisão para a transformar numa arrecadação in house não era uma opção! Não íamos voltar a ter uma divisão de que temos vergonha, que não podemos mostrar a quem vai a nossa casa, e que invariavelmente acaba por se tornar “o quarto daquilo que eu não fiz”, onde se acumula tudo aquilo que a preguiça não quer nem deixa arrumar.

Como queríamos uma solução prática e económica [e ainda meio traumatizados com a tralha que acumulámos na outra casa] decidimos que íamos ter de trabalhar com o que tínhamos e certamente que alguma solução nos iria ocorrer!

E de repente fez-se luz!!

Reutilizámos um roupeiro antigo que tínhamos herdado e que trouxemos para a nova casa da homy! É um roupeiro bonito, elegante, resistente, com uma madeira boa [menos comum nas peças que adquirimos hoje em dia], mas sobretudo demonstrou ser o dois-em-um que procurávamos! Uma peça de decoração que não destoa na decoração do quarto, enquanto é também um espaço onde conseguimos arrumar o que precisamos de forma [mais ou menos] organizada e que não fica à vista de quem entra na divisão.

Para nós foi uma óptima surpresa! Sobretudo porque percebemos que as caixas de arrumação que já tínhamos encaixavam perfeitamente dentro do roupeiro e tudo funcionou primeiro como um puzzle, depois imaculado e sem espaços como um jogo de tetris [daqueles que temos mesmo orgulho]!

Com pena, não conseguimos ainda tirar fotografias ao resultado final, mas fica prometido para breve! Enquanto não chegam as nossas, deixamos algumas imagens para que sirvam de inspiração!

 

O nosso não tem prateleiras, o que nos dá uma maior margem de manobra. Mas esta é uma óptima opção para quem tem, além de caixas, “roupa de casa” para arrumar.

 

O nosso não tem espelhos nas portas, mas adoramos esta solução! Está na nossa lista de projectos futuros e esta cor também.

https://www.decocrush.fr/2013/10/30/diy-une-armoire-vintage-metamorphosee/

As opções e soluções são infindáveis, e muitas vezes o que acreditamos serem verdadeiros “monos” que temos em casa transformam-se em peças de decoração que além de estéticas, são úteis, práticas e resolvem muitos problemas que temos em casa!

E por agora são estas as notícias sobre a nova casa da homy! O tema arrumação está longe de estar esgotado e obviamente que o roupeiro não resolveu tudo [mas ajudou muito!] e ainda há muito mais que quero partilhar, fiquem atentos e até já!

 

Margarida FM