Sharing is caring!

As aulas já começaram e as rotinas a pouco e pouco instalam-se.

Mas as crianças não deixam de ser crianças quando chegam a casa e cabe aos pais garantir o seu crescimento e evolução fora das escolas.

A energia não se esgota na escola nem mesmo com as actividades extracurriculares. As crianças brincam e aprendem e desenvolvem-se enquanto brincam. Por isso, a forma mais natural de aprenderem e de desenvolverem as suas valências é brincando.

O post de hoje é dedicado ao espaço de brincar (e de aprendizagem!) em casa.

Em casa, temos de dar espaço à brincadeira, ao estímulo e à desordem. Mas não tem de ser pela casa toda se reservarmos um espaço para este efeito: o espaço de brincar.

O espaço de brincar será idealmente localizado no quarto da criança ou num quarto próprio ou ainda num recanto da sala de estar.

Antes das ideias de decoração para o espaço de brincar, deixamos-lhe algumas dicas que deve ter sempre em conta:

1. É importante que as crianças sintam que têm o seu próprio espaço e que se sintam responsáveis por ele e, neste ponto, falamos da sua arrumação, organização e limpeza.

2. O espaço de brincar deve ser estimulante. A criança deve ficar com vontade de ir brincar ali. O material de brincar deve estar à vista e acessível.

3. Não crie uma armazém de brincadeira, com todo o material e brinquedos misturados. Opte por um lugar versátil, que se vá adaptando aos gostos e “manias” do seu filho (pode começar por ser um espaço de desenhos e pintura que depois se transforme num espaço para experiências científicas!, por exemplo).

4. Ainda no tema versatilidade, crie um espaço de brincar evolutivo, com brinquedos e material adequados à idade e à fase de crescimento. Também aqui é importante ter um espaço convidativo a todas as fases da vida, seguro e estimulante.

5. Como consequência dos quatro pontos anteriores, lembre-se que é um espaço que não fica “decorado” de uma vez só. É provável que tenha de mudá-lo de 6 em 6 meses, de ano a ano. Por isso, não invista muito dinheiro em peças que perderão o interesse da criança rapidamente. Opte por móveis versáteis: uma estante com caixas serve para arrumar brinquedos e, mais tarde, sem as caixas servirá para arrumar livros.

Como já referido, cada criança tem a sua personalidade e os seus gostos e interesses próprios. O espaço de brincar deve ser um espao do seu filho e não seu.

Deixamos-lhe algumas ideias muito interessantes, para miúdos e graúdos:

ARDÓSIA

parede em ardósia no espaço de brincar
mesa com tampo em ardósia

MAPA MUNDO

espaço de brincar com mapa mapa mundo crianças

ESPAÇO DE LEITURA

espaço de leitura crianças

ÍMANS

espaço de brincar

TENDAS

teepees tendas para crianças espaço de brincar tendas

ORGANIZAR

cómoda em ardósia espaço de brincar