Outros artigos

Reduzir, organizar e etiquetar
Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

O mundo divide-se entre (1) pessoas diabolicamente organizadas e arrumadas (#ocd), (2) pessoas inspiradoramente organizadas e arrumadas (#casaperfeita), (3) pessoas que lutam diariamente para ter a #casaperfeita e (4) pessoas que vivem desesperadamente no lodo da #casapantanosa onde há tudo e não há nada aos molhos.

Tendo por base as hipóteses acima e num exercício de consciência: que tipo de pessoa é? 1, 2, 3 ou 4?

O início de um novo ano é sempre uma altura de recomeços e vontade de mudar, por isso dediquei uma boa parte dos conteúdos de Instagram de janeiro à organização e arrumação.

A 4 de janeiro, a Rafaela Garcez abriu-nos os olhos para o essencialismo e para a relevância das nossas escolhas, num exercício de nos rodearmos das coisas que nos trazem até à nossa melhor versão. É um trabalho contínuo, porque a vida nos molda. (podem ver e ouvir a nossa “homytalk___ AQUI)

A 19 de janeiro, a Bárbara Morais partilhou connosco o exercício que é adaptarmos a nossa casa à nossa realidade e como a mudança pode ter um impacto tão positivo (podem ver e ouvir a nossa “homytalk___ AQUI) .

Destas conversas, algumas leituras e muita reflexão, deixo aqui as minhas conclusões:

  • Aquilo a que outrora chamei de “uma espécie de minimalismo”, na realidade chama-se E S S E N C I A L I S M O e é, mais do que tudo, uma forma de estar na vida;
  • Como num exercício de meditação, o processo também conta: pode se tornar mais intuitivo e automático, mas nunca vai acabar;
  • Este exercício (de destralhar) é a base, que parte de uma leitura interior para o ato de fazermos com que as coisas que nos rodeiam reflitam a nossa melhor versão;
  • Chegados ao essencial, vamos O R G A N I Z A R: de acordo com as nossas prioridades, o nosso espaço, a funcionalidade e utilidade de cada coisa;
  • A R R U M A R já será um ato de mera manutenção, tanto mais fácil quanto os dois passos anteriores tiverem sido realmente bem feitos.

Todo este caminho é libertador e, se tudo correr bem, já chegaram ao nível (2) #casaperfeita.

E a última coisa que aprendi: os sistemas de arrumação (móveis, cestos, caixas, frascos) não são (só) para ficar bonito – que fica! São fundamentais para que a lógica inerente à nossa arrumação não seja facilmente perturbada. Já pensaram que é muito mais fácil atirar um pacote de arroz para dentro do armário do que fechar um frasco e voltar a colocá-lo no sítio de onde o tiraram?

Por este motivo – o ciclo tem de ser perfeito! – juntámo-nos à Catarina Braz, da Design por Acaso para vos trazer um desconto de 10% (com o código HOMY10) na compra dos packs de e-book + etiquetas adesivas! Vale mesmo a pena!

INCLUI:

  • 109 ou 53 Etiquetas para a despensa, e
  • e-book Organização e Decoração da Despensa onde vai aprender a: AVALIAR o espaço que tem para a sua despensa,  PLANEAR a forma, o tempo e o modo como vai fazer esta renovação, IMPLEMENTAR de acordo com a despensa que idealizou, da forma certa, à primeira, ORGANIZAR a despensa de acordo com as suas necessidades e rentabilização do espaço, DECORAR a sua despensa de sonho, MANTER a sua despensa sempre organizada, DICAS E TRUQUES ÚTEIS para ter a despensa perfeita e ainda uma LISTA DE COMPRAS para que saiba onde comprar frascos, suportes, cestos e caixas para a tua despensa.

Estes packs estão à venda AQUI.
(promoção válida até 28/02/2022)

Em jeito de slogan, se estão com vontade de fazer uma reviravolta nas vossas casas, memorizem esta ordem de ideias: Reduzir, Organizar, Arrumar!

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp